Ministro não honra a palavra e lesa milhares de professores

O Sindicato Nacional dos Professores Licenciados (SNPL) lamenta profundamente que o ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, não tenha honrado o compromisso que assumiu na Assembleia da República e perante todos os portugueses, em meados do mês passado, quando garantiu que nenhum professor seria lesado na sequência dos erros cometidos aquando das colocações efetuadas naquele mês. Afinal, o Ministério decidiu, agora, simplesmente anular o concurso, agravando desta forma o problema,

O SNPL deixa desde já claro que apoia todos os professores e disponibiliza os seus serviços jurídicos a todos aqueles que se sentirem lesados com mais esta incompreensível decisão governamental.

“Apresentamos as nossas desculpas aos senhores professores, aos pais, ao país, aos senhores deputados. Há erros por parte dos serviços do Ministério na colocação dos professores que serão corrigidos e ninguém será prejudicado”, declarou Nuno Crato no passado dia 18 de Setembro de 2014 em plena Assembleia da República.

O ministro garantiu, na altura, que já tinha dado instruções aos serviços para que fossem recalculadas todas as posições dos docentes e que onde existisse um erro que tivesse levado a que professores mais qualificados tivessem sido ultrapassados por outros menos qualificados para os lugares, esse erro seria corrigido.

Tal como o SNPL vem denunciando, está por demais demonstrado que as listas de graduação apresentadas para este ano letivo pelo Ministério da Educação e Ciência, relativas à Bolsa de Contratação de Escola, não cumprem os desígnios de um concurso público efetuado com o rigor e a transparência necessárias. Porém, voltar à estaca zero é, no entender do SNPL simplesmente inaceitável e demonstra um total desrespeito por milhares de docentes, bem como por milhares de encarregados de educação e alunos.

O SNPL exige uma colocação rápida e correta de todos os docentes envolvidos para que ninguém seja prejudicado. E, sobretudo, que o ministro Nuno Crato honre a sua palavra.

03 de Outubro de 2014

A DIRECÇÃO DO SNPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.