SNPL CONSEGUE JUSTIÇA PARA OS PROFESSORES QUE FORAM DISCRIMINADOS

A Direção do Sindicato Nacional dos Professores Licenciados (SNPL) congratula-se com o facto de o Ministério da Educação e Ciência (MEC) ter reconhecido, esta semana, que os docentes colocados na 2ª Reserva de Recrutamento, através do concurso destinado à seleção e recrutamento de pessoal docente nos estabelecimentos públicos da educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário, estavam a ser discriminados em relação aos candidatos da 3ª Reserva de Recrutamento, que viram os efeitos das suas colocações serem reportadas a 1 de setembro de 2014.

Assim, na sequência de uma exposição apresentada pelo SNPL junto do Senhor Secretário de Estado da Administração Escolar, onde se reclamava que fosse reposta a justiça nos concursos de colocação de professores, uma vez que havia uma clara disparidade de tratamento, foi reconhecida a nossa razão e, desta forma, todos os docentes da 2ª Reserva de Recrutamento em horário anual passam a ver os efeitos das suas colações reportadas também ao dia 1 de setembro.

Apesar da reparação desta situação injusta, o SNPL não deixa de lamentar que imensas escolas, quase no final do primeiro período do ano letivo, ainda tenham disciplinas com falta de professores.

O SNPL pugnará sempre pela defesa incondicional dos direitos dos seus associados e dos professores em geral.

20 de Novembro de 2014

A Direção Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.