SINDICATO NACIONAL DOS PROFESSORES LICENCIADOS DEFENDE CRIAÇÃO DE UMA ORDEM

O Sindicato Nacional dos Professores Licenciados (SNPL) não concorda com o facto de os sindicatos não terem voz activa em matérias que têm implicações directas na sua vida profissional e vai defender e propor a todos os docentes, bem como na Assembleia da República, a criação urgente da ORDEM DOS PROFESSORES.

Exemplo das limitações aos sindicatos é a revisão da Estrutura Curricular, que será publicamente discutida no Parlamento, dia 18 de Janeiro de 2012, e para cuja proposta nenhuma estrutura sindical foi chamada pelo Ministério da Educação e Ciência a pronunciar-se. O mais grave, é que tal facto está de acordo com a lei, uma vez que as estruturas sindicais apenas podem intervir em matérias exclusivamente laborais e a definição da estrutura curricular não é uma delas.

Por isso, o SNPL reafirma que só com a criação da ORDEM DOS PROFESSORES será possível combater situações que, actualmente, deixam os professores ao sabor dos desígnios políticos.

Com uma ORDEM os professores terão capacidade para intervir no Ensino Público e Privado, com vista a promover a qualidade, assegurar a qualificação profissional, regular o exercício da profissão e, entre outros aspectos, emitir pareceres sobre planos de estudo que visem a sua formação.

A ORDEM será a voz dos professores a nível profissional, enquanto os sindicatos farão o seu trabalho em termos de problemas laborais.

É PRECISO QUE SEJAM OS PROFESSORES A DEFINIR O QUE É UM PROFESSOR. SÓ ASSIM TODOS PODEREMOS CONTINUAR A RUMAR À EXCELÊNCIA,

Lisboa, 11.01.2012

A Direcção do SNPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.